CEAPP

Psicologia Clínica

A psicologia clínica é a modalidade de tratamento indicada nos casos de transtornos de comportamento e de humor. Segue uma orientação psicodinâmica; ou seja, o tratamento parte das queixas atuais e segue em busca das causas primárias. Também dentro da área da psicologia clínica estão inseridos os serviços de elaboração de laudos para fins de afastamento de trabalho, questões judiciais e de fins escolares.

Na área específica da saúde, realiza diagnóstico, acompanhamento psicológico e intervenção psicoterápica individual ou em grupo por meio de diferentes abordagens teóricas, conforme a necessidade do paciente. A psicologia clínica realiza ainda atendimento de casal e terapia familiar e oferece atendimento psicopedagógico a crianças, adolescentes e adultos em diversas áreas, de acordo com a necessidade do caso.

Neuropsicologia

A avaliação neuropsicológica utiliza baterias de testes, inventários e escalas padronizados para investigar o funcionamento global do cérebro por meio da análise do desempenho de habilidades como atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, habilidades acadêmicas, processamento da informação, visuoconstrução, afeto e funções motoras e executivas. A avaliação tem como objetivo coletar dados das perdas e explorar funções intactas a fim de definir o tipo de intervenção necessária, uma vez que funções cognitivas com baixo desempenho podem prejudicar as atividades diárias, como trabalho, estudo e relacionamentos.

Indica-se a avaliação neuropsicológica de crianças e adolescentes que apresentam queixas cognitivas (desatenção, problemas de aprendizagem, esquecimento, dentre outros). As reclamações mais comuns sobre crianças e adolescentes envolvem problemas de comportamento, aprendizagem (leitura, escrita ou cálculo) e suspeita de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Já a avaliação neuropsicológica em adultos e idosos é indicada em casos de traumatismo craniano (acidentes ou quedas), Acidente Vascular Cerebral (AVC), epilepsia, depressão, demência, déficits associados ao uso de álcool e drogas e Doença de Parkinson.

Ainda, com a neuropsicologia, pode ser feito:

  • Diagnóstico e reabilitação de pacientes que apresentam prejuízos ou modificações cognitivas ou comportamentais devido a eventos que atingiramprimária ou secundariamente o sistema nervoso central.
  • Tratamento neuropsicológico do paciente cujo potencial adaptativo não é suficiente para o manejo da vida prática, acadêmica, profissional, familiar ou social.
  • Avaliação do perfil cognitivo fornecendo dados que contribuam para as escolhas de tratamento medicamentoso e programação cirúrgica, assim como em processos jurídicos nos quais estejam em questão o desempenho intelectual de indivíduos e a capacidade de julgamento e de memória.

Consultoria educacional

A consultoria educacional consiste na elaboração de projetos pedagógicos, capacitação de professores, implantação de novas metodologias, elaboração de novos currículos, criação de recursos materiais, prevenção e tratamento dos casos de problemas de aprendizagem, criação de salas de apoio pedagógico, processos de autorização junto aos órgãos competentes e elaboração de projetos de marketing institucional estratégico.

É ainda responsabilidade da consultoria educacional:

  • Diagnosticar as dificuldades dos alunos em sala de aula, encaminhando para os meios adequados aqueles que requeiram tratamentos específicos, cuja natureza transcenda a possibilidade de solução na escola. Busca-se sempre a atuação integrada entre escola, família e demais profissionais envolvidos no desenvolvimento do aluno.
  • Elaborar e executar procedimentos destinados ao conhecimento da relação professor-aluno, em situações escolares específicas, visando à implementação de uma metodologia de ensino que favoreça a aprendizagem e o desenvolvimento.
  • Participar do planejamento pedagógico, curricular e das políticas educacionais, objetivando sucesso nos processos de desenvolvimento humano, de aprendizagem e das relações interpessoais.
  • Desenvolver trabalhos com educadores e alunos, pretendendo a explicitação e a superação de entraves ao funcionamento produtivo das equipes e ao crescimento individual de seus integrantes.
  • Desenvolver com os participantes do trabalho escolar (pais, alunos, diretores, professores, técnicos, pessoal administrativo) atividades para a prevenção, a identificação e a resolução de problemas psicossociais que possam bloquear, na escola, o desenvolvimento de potencialidades.
  • Planejar e executar pesquisas relacionadas à compreensão do processo ensino-aprendizagem e conhecimento das características psicossociais da clientela, visando à atualização e reconstrução do projeto pedagógico da escola.
  • Desenvolver programas de orientação profissional, pretendendo um melhor aproveitamento e desenvolvimento do potencial humano, fundamentados no conhecimento psicológico e numa visão crítica do trabalho e das relações do mercado de trabalho.

Psicanálise

É a modalidade de tratamento indicada nos casos em que a problemática psíquica está relacionada a fatores estruturais da formação da personalidade e, portanto, requer um revisitar da vida infantil. Embora o tempo de tratamento seja mais prolongado do que nas demais formas de intervenção, resulta em resolução dos conflitos neuróticos originados na infância.

Psicologia Empresarial e Organizacional

  • Elabora diagnósticos psicossociais das organizações.
  • Emite pareceres e realiza projetos de desenvolvimento da organização no âmbito de sua competência.
  • Desenvolve ações destinadas às relações de trabalho no sentido de maior produtividade e da realização pessoal dos indivíduos e grupos, intervindo na elaboração de conflitos e estimulando a criatividade na busca de melhor qualidade de vida no trabalho.
  • Acompanha a formulação e a implantação de projetos de mudanças nas organizações, com o objetivo de facilitar ao pessoal a sua absorção.
  • Assessora na formação e implantação da política de recursos humanos das organizações.
  • Descreve e sistematiza os comportamentos requeridos no desempenho de cargos e funções, com o objetivo de subsidiar ou assessorar as diversas ações da administração.
  • Importante para o recrutamento e seleção pessoal, utilizando métodos e técnicas de avaliação (entrevistas, testes, provas situacionais, dinâmica de grupo etc.), com o objetivo de assessorar as chefias a identificar os candidatos mais adequados ao desempenho das funções.
  • Elabora e aplica instrumentos para o processo de avaliação pessoal, objetivando subsidiar decisões, tais como promoções, movimentação de pessoal, planos de carreira, remuneração, programas de treinamento e desenvolvimento.
  • Realiza programas de treinamento, de capacitação e desenvolvimento de recursos humanos.
  • Participa e assessora estudos, programas e projetos relativos à organização do trabalho e definição de papéis ocupacionais, como produtividade, remuneração, incentivo, rotatividade e evasão em relação à integração psicossocial dos indivíduos e grupos de trabalho.
  • Participa de programas educacionais, culturais, recreativos e de higiene mental, com vistas a assegurar a preservação da saúde e da qualidade de vida do trabalhador.
  • Encaminha e orienta os empregados e as organizações quanto ao atendimento adequado no âmbito da saúde mental, nos níveis de prevenção, tratamento e reabilitação.
  • Participa do processo de desligamento de funcionários no que se refere à demissão e ao preparo para aposentadoria, visando à elaboração de novos projetos de vida.
  • Participa como consultor no desenvolvimento das organizações sociais, atuando como facilitador de processos de grupo e de intervenção psicossocial nos diferentes níveis hierárquicos das estruturas formais.

Pedagogia

Essa modalidade é indicada exclusivamente nos casos em que há defasagens pedagógicas; ou seja, déficits nas aprendizagens escolares.

Psicomotricidade

A psicomotricidade é a modalidade de atendimento indicada nos casos em que há problemas relacionados ao desempenho motor (dificuldade de movimentos), como dificuldades na execução gráfica da escrita, realização de esportes e outras atividades que requeiram boa coordenação.

Psicopedagogia

O tratamento consiste na realização de um diagnóstico que tem a duração de aproximadamente oito encontros (ou sessões), em que serão avaliados os aspectos cognitivos, afetivos, neuropsicológicos, pedagógicos e outros. A intervenção, cuja duração e a modalidade de atendimento são definidas a partir do diagnóstico, consiste no tratamento propriamente dito.

Por meio do diagnóstico, o psicopedagogo detecta possíveis problemas de aprendizagem no aluno, que é atendido em suas necessidades de forma que sua permanência no ensino regular seja garantida. É verificado também o que deve ser modificado no ambiente escolar e a necessidade de encaminhamento do estudante para profissionais fora da escola.

A psicopedagogia promove apoio a todos os trabalhos realizados no espaço da escola, buscando auxiliar o aluno na compreensão do processo de evolução dos saberes na História para que o estudante possa entender melhor o seu próprio procedimento de construção de conhecimento.

Também orienta o professor na identificação das diferentes etapas do desenvolvimento evolutivo dos alunos e compreensão de sua relação com a aprendizagem. Junto aos educadores, busca a reconstrução de seus próprios modelos de aprendizagem, de modo que, ao se perceberem também como aprendizes, revejam seus modelos de ensino.

Atua na prevenção de fracassos na aprendizagem e a melhoria da qualidade do desempenho escolar.